Fauna e Flora

 

Recuperação da Caatinga
 

O Projeto de Integração do Rio São Francisco possui o Programa de Conservação de Fauna e Flora com o objetivo de realizar ações de monitoramento da biodiversidade vegetal e animal presentes nas áreas das obras do empreendimento nos Estados de Pernambuco, Ceará e Paraíba. O programa é uma das 38 estratégias socioambientais do projeto.

 

O Ministério da Integração Nacional investiu R$ 10,4 milhões na criação do Centro de Conservação e Manejo de Fauna da Caatinga (Cemafauna) e do Núcleo de Ecologia e Monitoramento Ambiental (Nema), iniciativas de destaque do programa. As estruturas estão localizadas, em Petrolina (PE), na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). A Univasf é responsável pelas ações do programa.

 

O Cemafauna conta com participação de pesquisadores da Univasf e de outras instituições brasileiras e estrangeiras. Suas ações estão concentradas, desde 2008, nos estudos de inventário, resgate e monitoramento da fauna silvestre nas áreas de influência direta e indireta do projeto. O centro resgatou mais de 136 mil animais nas áreas da obra. Desses, 113 mil (86%) já foram devolvidos à natureza.

 

A instalação do Nema permitirá a geração de conhecimento por meio do resgate e coleta de plantas e do monitoramento dos impactos ambientais sobre a flora nas áreas do Projeto São Francisco. O núcleo realiza a distribuição de sementes nativas da Caatinga ao longo dos 477 quilômetros de extensão da obra.


Conheça mais sobre os Programas Socioambientais