Tecnologias

Publicação: 27/08/2012 | 13:01

Última modificação: 19/05/2015 | 17:09

As tecnologias apoiadas pelo programa Água para Todos disponibilizam o uso da água para o consumo próprio ou para a produção de alimentos e a criação de animais, que podem gerar excedentes comercializáveis, ampliando a inclusão produtiva das populações beneficiárias, que vivem em situação de vulnerabilidade social.

Atualmente, o programa apoia a implementação das seguintes tecnologias em especial:

a) Cisternas de consumo: reservatórios com capacidade para 16.000 litros para captação de água pluvial destinada ao consumo humano;

b) Cisternas de produção: sistemas de captação de água pluvial destinada ao armazenamento de água para agricultores;

c) Sistemas coletivos de abastecimento de água: sistemas de captação, adução, tratamento (quando necessário), reservação, e distribuição de água, oriunda de corpos d'água, poços ou nascentes;

d) Barreiros ou pequenas barragens: pequenas contenções para captação de água da chuva que visam a atender à carência de água para produção agrícola e alimentar;

e) Kits de irrigação: conjunto de utilitários - composto de caixa d'água, bomba, mangueira, dentre outros - reunidos para a formação de um pequeno sistema de irrigação, com capacidade para irrigar, por sistema de gotejamento, uma área de 500 a 2.000 metros quadrados;

f) Barragens subterrâneas: escavações, até as rochas, de valas, cujas paredes são forradas por lonas de plástico, e, a seguir, preenchidas com o solo retirado, de forma a reter as águas pluviais sobre a rocha;

g) Poços:  obras de captação de água subterrânea feita com o emprego de perfuratriz em um furo vertical.