Projeto São Francisco: estudantes de Sertânia (PE) participam de palestras

Projeto São Francisco: estudantes de Sertânia (PE) participam de palestras

Durante as atividades, alunos foram alertados sobre os perigos de nadar em canais e reservatórios do empreendimento
Por Assessoria de Comunicação

Publicação: 17/03/2017 | 17:46

Última modificação: 23/03/2017 | 14:42

Brasília-DF, 17/03/2017 - Cerca de 480 alunos de Sertânia, em Pernambuco, tiveram a chance de descobrir mais sobre como o Projeto da Integração do Rio São Francisco está mudando a vida dos nordestinos. Situada no município, um dos beneficiados pelas águas do Eixo Leste, o local escolhido para ter palestras informativas foi a Escola Olavo Bilac. As atividades foram feitas pela equipe da Comunicação Itinerante e esclareceram dúvidas sobre o empreendimento hídrico, principalmente orientando a respeito da proibição do uso das estruturas para brincar, pescar, descartar resíduos sólidos e outros.

Um dos pontos mais importantes foi a instrução sobre os perigos de nadar nos canais ou reservatórios. A aluna Rosa Maria de Lima considerou importante os alertas de como os moradores devem cuidar do projeto. "Essa obra não é só para o presente, mas também para o futuro", afirma.

As palestras, realizadas ontem (16) e hoje (17), tiveram como objetivo informar sobre o andamento final das obras. O professor Álvaro de Góes Melo, que também assistiu os eventos, fala como a chegada das águas no Nordeste virou um assunto interdisciplinar no colégio. "É importante os jovens saberem como isso transformou a região. Que trouxe grande mudança estrutural para nossa realidade".

Os palestrantes da Comunicação Itinerante mostraram também as ações socioambientais do Projeto São Francisco e a intenção do Ministério da Integração Nacional de manter a fauna e flora da região nordestina preservadas.

Visitando o Projeto São Francisco

Ontem (16) e hoje (17), também ocorreu a visita de 140 alunos do Colégio São Domingos, de Arcoverde (PE), nos reservatórios Barro Branco e Campos, em Sertânia (PE). Todos são do ensino fundamental 1 e aprenderam sobre os cuidados que deve se ter perto das estruturas da obra.